“Tu és o Santo de Deus!”



30 agosto, 2016


Comentário do Evangelho do dia 30/08/2016
Terça, 22ª Semana Comum (Lc. 4,31-37)
Valter Evaristo Gonçalves – Oblato Corpus Christi


As leituras de hoje nos mostra que enriquecidos pelos Dons do Espírito Santo, somos capazes de ver e julgar as realidades segundo o modo de pensar de Cristo e com ele libertar a vida humana de toda a dominação. Jesus morreu por nós para que alcancemos a vida junto dele. Antes disso, porém, temos de calar e expulsar as forças que subjugam a humanidade sofrida, portanto cabe-nos confiar nossa existência e missão ao Espírito de Deus, para calar e expulsar o mal que age no mundo.

A ação demoníaca escraviza e aliena o homem, impedindo-o de pensar e agir por si mesmo, como por exemplo: ideologias, propagandas, estruturas, sistemas, pois outros pensam e agem através dele. O primeiro milagre de Jesus é fazer o homem voltar à consciência e à liberdade. Somente assim o homem pode segui-lo.

O Evangelho também nos mostra a autoridade de Jesus que significa competência, coerência e autenticidade. O gesto até espantoso de Jesus é uma expressão da força transformadora da sua Palavra e do seu ensino, que liberta as mentes das ideologias religiosas que deformam a face de Deus.

Em confronto com os ensinamentos de Jesus, encontra-se na sinagoga um espírito impuro, que o questiona: “O que queres de nós Jesus de Nazaré?” Viste para nos destruir? É o espírito que reina na sinagoga e Jesus vem libertar os que estão submissos a este espírito.

O anuncio da Palavra abala todo o sistema religioso convencional e formal. A Palavra fecunda é a que renova as comunidades e a sociedade, promovendo a unidade em torno da justiça, da dignidade humana e da paz.

Em (João 6,68), Pedro diz a Jesus: Senhor, a quem iríamos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.  Esta é uma bela expressão de fé na qual temos que seguir. A palavra é o Verbum que se fez carne e habitou entre nós.

Jesus morreu por nós, para que alcancemos a vida junto dele, então temos também que expulsar os nossos “demônios” que estão dentro de nós no nosso interior, onde só assim poderemos seguir o caminho de Jesus.

Pai Santo, Pai querido te louvo pelo Dom da vida, por tantas Graças derramadas, ensina-nos Senhor a expulsar tudo o que ha de mal e ruim de nosso interior, pois tu és nossa luz e salvação, o Senhor é a proteção de nossas vidas, Tu és o Santo de Deus a temeremos?

Paz e Bem!

Referências Bíblicas: Liturgia Diária Agosto de 2016



COMPARTILHE ESTA PAGINA


Deixe um comentário

     
 Notícias

  14 dez, 2015
Papa abre a Porta Santa da Basílica de São João de Latrão

  13 dez, 2015
Pais perdem guarda dos filhos por serem “muito cristãos”

  13 dez, 2015
Bispos norte-americanos pedem ação urgente contra ‘pecado mortal’ da pornografia

  21 abr, 2015
O número de católicos aumentou 12%


 O que estamos fazendo
 
  1 nov, 2016
… para a galerinha de 08 a 10 anos

  29 jun, 2016
Não perca!